Login: Senha:

» 2014: ano de esperança para o futuro do boto cor-de-rosa da Amazônia


É com o sentimento de dever cumprido e de esperança que fechamos 2014. Desde que lançamos nossa campanha pela proteção do boto cor-de-rosa da Amazônia, em agosto, mais de 145 mil já assinaram a petição, pedindo ao governo colombiano que suspenda a venda da piracatinga – peixe pescado usando a carne desse golfinho como isca.

Tudo começou quando o governo brasileiro decretou a moratória da pesca da piracatinga, uma medida para a qual, junto com diversas entidades, a World Animal Protection esteve trabalhando. Mas sabíamos que, sozinha, a moratória não era solução. Por isso iniciamos uma campanha para que o governo colombiano, país que mais consome piracatinga, adotasse medida semelhante à do Brasil.

Na mesma toada, fizemos uma campanha pública em toda América Latina para que as pessoas se conscientizassem da ameaça ao futuro do boto. Um primeiro vídeo mostrou a necessidade de saber o que está por trás do que comemos. Outro vídeo mostrou como, apesar das denúncias, a piracatinga continua sendo amplamente vendida em mercados colombianos.

A World Animal Protection também acredita que a proteção ao boto também depende de programas voltados às comunidades ribeirinhas do Brasil e de outros países amazônicos. São necessárias alternativas sustentáveis para oferecer renda aos pescadores e conscientizá-los sobre a importância de preservar esse belo mamífero. Com esse intuito, em setembro, participamos de uma corrida de jangadas pelo lado peruano do rio Amazonas. Essa foi uma oportunidade de se aproximar das comunidades pesqueiras.

Depois de todo esse trabalho e do apoio de tanta gente, o Ministério de Relações Exteriores da Colômbia nos recebeu na última segunda-feira e garantiu que vai discutir medidas de proteção ao boto em agenda de reunião com o Brasil e o Peru no próximo ano.

Fonte: World Animal Protection



Comentários

 

Postagem em questão: “2014: ano de esperança para o futuro do boto cor-de-rosa da Amazônia”

Mande um comentário

 

Diga-nos que esta pensamento...
Sua participação é muito importante para nós!